Crescimento econômico impulsiona consultorias em 2011


« Voltar por Redação em 31/03/2011 às 16:11:02


Acreditação hospitalar, avanços no modelo de remuneração e profissionalização são as tendência para o setor em 2011.
 
A expectativa aumenta entre as empresas indicadas ao prêmio Top Hospitalar 2010 e na categoria melhor consultoria não poderia ser diferente. IQG, Planisa e Pró-Saúe foram as empresas escolhidas pelo setor para formar a lista tríplice das finalistas.

Quer ficar por dentro sobre tudo o que acontece no setor de saúde? Assine gratuitamente a nossa newsletter diária e receba os destaques em sua caixa de e-mail.

"Ficamos muito contentes ao saber que fomos uma das indicadas. O Top Hospitalar traz muita credibilidade e esse reconhecimento do setor é muito significativo para nós", afirma o CEO do IQG, Rubens Covelo.

Tendo em vista uma maior preocupação das instituições de saúde nas acreditações, o IQG tem focado suas atividades cada vez mais na segurança do paciente e qualidade assistencial. De acordo com Covelo, atualmente o segmento de saúde é o segundo maior mercado do mundo e impacta diretamente na qualidade de vida da população.

O executivo acredita que dentro de três anos existira um novo modelo de mercado, mais seguro e com maior qualidade. "No Canadá, cerca de 95% das instituições de saúde possuem alguma certificação. No Brasil este movimento tem ganhado força e está seguindo a mesma tendência", conclui.

Considerado uma marca bem conhecida em todo o setor de saúde a indicação ao prêmio também foi muito bem recebida pela Planisa. "Para nós este reconhecimento aumenta nossa responsabilidade junto ao mercado", acrescenta o diretor da empresa, Afonso Matos.

Segundo o diretor da Planisa, o segmento de consultoria em saúde tem evoluído muito no Brasil nos últimos anos e hoje já é uma atividade bem aceita pelas instituições de saúde que mostram, cada vez mais, uma preocupação com a profissionalização de suas atividades.

"Este mercado tem crescido graças à maturidade do setor e do crescimento econômico do País. Vejo um mercado cada dia mais consolidado e buscando uma sustentabilidade em longo prazo", complementa Matos.

Para a Planisa, as expectativas de mercado são extremamente favoráveis em 2011 e a empresa um crescimento 30% superior em relação a 2010. "Sentimos que cada dia surge um interesse maior dos hospitais pelas consultorias. Este ano notamos uma procura muito grande por parte de operadoras e hospitais na área de modelos de remuneração e isso irá repercutir positivamente no mercado nos próximos aos", conclui Matos.

Igualmente satisfeita com a indicação, a Pró-Saúde considera a indicação um grande incentivo para toda sua equipe. "É muito lisonjeiro ser indicado mais um ano ao Top Hospitalar, este reconhecimento é muito gratificante para todos nós", afirma o presidente da Pró-Saúde, Paulo Roberto Mergulhão.

A empresa tem voltado seus esforços para a assistência hospitalar pública por meio de organizações sociais. Segundo Mergulhão, a Pró-Saúde vê no setor público um grande potencial devido aos fortes investimentos municipais, estaduais e federais na profissionalização da saúde. "Estamos caminhando fortemente para um sistema de saúde sustentável, por isso temos focado parte de nossos esforços na área de saúde ambiental para adquirirmos experiência e assim desenvolvermos um novo produto para o mercado".

Tendo como parte de sua missão o bem estar social, a Pró-Saúde passou a administrar um hospital com mais de cem leitos em Guajará Mirim, em Rondônia, fronteira entre Brasil e Bolívia. De acordo com Mergulhão, a gestão do hospital filantrópico foi cedida pela igreja católica, antiga administradora da instituição que possui um atendimento totalmente destinado aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS).
 
Fonte: www.saudebusinessweb.com.br | 31.03.11

 
Enviar para o twitter Enviar para o Twitter       Enviar para o Facebook Enviar para o Facebook

DEIXE SEU COMENTÁRIO:



  1.  

  2. caracteres restantes
  3. =