Publicado por Redação em Gestão do RH | 13/02/2020 às 15:37:57

Por que a incerteza no ambiente de trabalho pode ser problemática e como contornar a situação



Se você é como a maioria das pessoas, as incertezas inevitáveis ​​da vida podem causar uma tremenda ansiedade. Serei contratado para o cargo? Serei aceito na faculdade? Vou ganhar o prêmio? Quais o resultado da minha ressonância magnética? Até mesmo imaginando para onde vai a estrada sinuosa, o que há nas sombras escuras, quem está por trás da máscara ou o que se esconde por baixo da maquiagem de palhaço te desperta medo.

Por quê? Porque incerteza é igual a perigo. Se o seu cérebro não souber o que está na próxima esquina, não poderá mantê-lo fora de perigo. Quando a certeza é questionada, seu cérebro fica inoperante, incentivando instantaneamente na tentativa de estimular a agir e levá-lo à segurança. Sua serenidade está seriamente comprometida, mas pelo menos você está seguro, certo?

O estresse da incerteza no trabalho

Esperar pela certeza pode parecer tortura. Às vezes, o cérebro prefere conhecer um resultado de uma maneira ou de outra para aliviar a situação. Estudos mostram que você fica mais calmo esperando a dor do que sofrendo a incerteza, porque a dor é certa. Cientistas descobriram que a incerteza no trabalho afeta mais a sua saúde do que realmente perder o emprego. As estatísticas também mostram que é mais provável que você mantenha a resistência para continuar correndo riscos após um acidente de carro do que após uma série de contratempos psicológicos. E pesquisadores britânicos descobriram que os participantes do estudo que sabiam com certeza que receberiam um choque elétrico doloroso se sentiam mais calmos e menos agitados do que aqueles que foram informados de que tinham apenas 50% de chance de sofrer o choque elétrico.

Não há nada na vida mais estressante do que a incerteza provocada pela perda de emprego, desemprego ou subemprego. As preocupações que surgem com as demissões, a redução de recursos financeiros e um futuro questionável no trabalho são suficientes para fazer você querer arrancar os cabelos. Questões financeiras do tipo: como encontrar um emprego com salário decente? Corro risco de perder minha casa? Como conseguirei colocar as crianças na faculdade? Conseguirei me aposentar? Tudo isso pode deixá-lo doente. Estudos mostram que a perda de emprego pode diminuir seu sistema imunológico, tornando-o mais vulnerável a vírus. Pessoas desempregadas têm cinco vezes mais chances de pegar resfriados do que trabalhadores sem ameaças de emprego. A incerteza no trabalho o torna mais vulnerável a doenças e piora as condições crônicas existentes, como doenças cardíacas, diabetes ou depressão. Cientistas dizem que os funcionários que vivem com incerteza no trabalho têm pior saúde geral e mais depressão do que os funcionários que realmente perdem seus empregos. Não saber é a parte estressante. William Gallo, pesquisador da Universidade de Yale, descobriu que os adultos mais velhos, com 50 anos ou mais, que perdem o emprego se saem pior do que os jovens desempregados. Eles têm mais depressão e seu risco de ataque cardíaco e derrame mais que dobra em comparação com os funcionários que não perdem seus empregos.

Um “scanner de certezas”

Seu cérebro está constantemente atualizando seu mundo, fazendo julgamentos sobre o que é seguro e o que não é. Devido ao seu desprezo pela incerteza, seu cérebro cria todo tipo de histórias muitas vezes por dia. Um amigo não responde a uma mensagem, um colega faz uma careta e usa um certo tom de voz ou você não está incluído na lista de convidados. As chances são de que você pense no pior, personalize demais o evento e tire conclusões precipitadas (seu cérebro fará quase tudo). Depois de discutir com o suposto culpado, ela ou ele olha para você (boca aberta) como se você tivesse perdido a cabeça. E, de certa forma, você perdeu. Você sacrificou sua “mente pensante” por suposições, tudo em um esforço para criar certeza. Se não houver controle, seu scanner de certeza, inadvertidamente, tira toda a alegria de sua vida.

Mentalidade forte

Evitar a incerteza mantém você são e salvo, mas o casulo que seu cérebro constrói pode se tornar uma prisão. As mesmas suposições que o mantém seguro permeiam todas as esferas da sua vida. Elas impedem que você cresça e alcance seus sonhos. Uma mentalidade forte pode fazer você pensar que está seguro, mas o problema é que você não vê a vida como ela realmente é, mas como pensa que é. Se você se decide antes de cada nova experiência, torna-se intocável e não pode mais aprender e crescer. “Desmontar” sua mente (ou abandonar a necessidade de certeza) a esvazia expectativas e te abre para receber os momentos de aprendizado em cada nova situação. Os budistas chamam isso de “mente do iniciante”: quando você está aberto a muitas possibilidades, em vez de concentrado em apenas uma.

E a história não termina aí. Neurocientistas de Yale descobriram que a incerteza pode ser saudável para o seu cérebro, porque você aprende mais em situações inseguras. Em um ambiente previsível, seu cérebro não trabalha tanto, torna-se uma espécie de preguiçoso. Segundo os pesquisadores, entrar em um ambiente desconhecido aumenta a tendência do seu cérebro de absorver informações adicionais. Essas descobertas parecem ecoar a importância de colocar o pescoço fora da zona de conforto, a fim de cultivar uma mentalidade de crescimento, criar resiliência, ter sucesso e prosperar.

Muitas pessoas buscam refúgio na alimentação descontrolada, álcool ou cigarro para se confortar da insegurança no trabalho, isso traz riscos à saúde que contribuem ainda mais para doenças físicas e emocionais. Sua melhor defesa contra a incerteza no emprego é gerenciar o estresse, tornar-se indispensável no trabalho e tomar todas as medidas que conseguir.

Veja na galeria de imagens a seguir seis dicas para lidar com a incerteza do trabalho:



Assuma o controle e faça o básico

Simplesmente entender o que você pode controlar o capacita para que você não se sinta vítima das circunstâncias. Tenha um plano B por precaução. Vá a feiras de emprego, converse com os empregadores e descubra o que eles estão procurando. Encontre sites de empresas que estão contratando. Adicione essa rotina de pesquisa à sua programação semanal e seja disciplinado. As opções são amplas e você quer se destacar, então, melhore suas habilidades de entrevista. Verifique se o seu currículo está limpo, gramaticalmente correto e se você colocou todos os pontos nos is.
 



Cuide dos sinais de estresse desde cedo

Mantenha-se em forma com tendo boa rotina de sono, fazendo exercício e tendo uma dieta equilibrada. Evite ultraprocessados, álcool em excesso e nicotina. Esses comportamentos não saudáveis ​​parecem reduzir a ansiedade a curto prazo, mas na verdade aumentam os níveis de estresse a longo prazo.




Afie sua “tolerância à incerteza”

Se for difícil tolerar a incerteza, é provável que você espere um resultado negativo na carreira. Mas mudar sua perspectiva e se lembrar de que muitas recompensas esperam por você no desconhecido é um divisor de águas. Essa nova estrutura amplia sua tolerância à incerteza, diminui o período de espera e traz equilíbrio à capacidade do seu cérebro de antecipar resultados positivos e negativos de maneira mais uniforme.




Encontre pequenas fugas

Não importa o seu sofrimento, encontre pequenas maneiras de fazer você feliz enquanto estiver em um período de espera incerto. Mergulhe nas pequenas coisas que você gosta e que te trazem alegria: jardinagem, ler um bom romance, ter amigos para um jantar festivo ou assistir uma comédia na TV.




Não fique ruminando problemas

Preocupação não é preparação. Outro ato de empoderamento que tira a sua mente da preocupação é fazer algo para alguém mais necessitado. Você pode se sentir melhor quando age para algo além de si mesmo. Pesquisas mostram que fazer o bem pelos outros (especialmente quando você se sente desencorajado) cria uma melhor saúde emocional, mais paz interior e um maior senso de autoestima. Tire um tempo para visitar um amigo doente, voluntariar-se ou mostrar um ato aleatório de bondade, como deixar alguém na sua frente na fila.




Aceite a incerteza do trabalho

Reconheço que aceitar em vez de resistir é uma tarefa difícil, mas é contra-intuitivo. Quando você pensa sobre isso, muitos aspectos do seu trabalho estão fora de seu controle: a atitude de um colega de trabalho, um chefe mal-humorado, ameaça de cortes no orçamento, demissões iminentes e preocupação em não encontrar emprego. A incerteza no trabalho é um fato, e você sempre pode contar com isso. Estudos mostram que sua capacidade de aceitar incertezas no trabalho tem um efeito mais positivo sobre a sua saúde do que realmente perder o emprego. Essa aceitação reduz o estresse e traz tranquilidade.


Fonte: Forbes
 


Tags: sem tags no momento!


Deixe seu Comentário:

=