Publicado por Redação em Saúde Empresarial | 02/06/2017 às 19:23:04


Governo suspende a venda de 38 planos de saúde de 14 operadoras no país


A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) decidiu, nesta sexta-feira (2), suspender temporariamente a venda de 38 planos de saúde de 14 operadoras por causa de reclamações dos clientes. A suspensão começa a valer a partir da próxima sexta-feira (9).

Entre as operadoras, estão Caixa Seguradora (10 planos), Unimed Norte/Nordeste (3 planos) e Geap (2 planos - esta é responsável pelos planos de saúde dos servidores públicos federais. A lista com todos os planos suspensos pode ser vista no site da ANS

Os planos de saúde suspensos têm, juntos, 739,2 mil clientes. Para quem já é cliente, nada muda.

O objetivo é evitar que as operadoras vendam seus produtos a novos clientes antes de resolverem os atuais problemas.

Entre as reclamações estão problemas com a cobertura do plano, como demora no atendimento e exames negados. De 1º de janeiro a 31 de março de 2017, a ANS recebeu 14.537 reclamações contra os planos de saúde em seus canais de atendimento.

Além de terem a venda suspensa, as operadoras que negaram indevidamente cobertura podem receber multa que varia de R$ 80 mil a R$ 250 mil.

Se melhorarem o serviço prestado e tiverem redução do número de reclamações, as operadoras poderão ter a comercialização liberada daqui a três meses, de acordo com a ANS.

Paralelamente, seis operadoras poderão voltar a comercializar 30 planos que estavam impedidos de serem vendidos. De acordo com a agência, isso acontece quando há comprovada melhoria no atendimento aos clientes.

Das seis operadoras, três foram liberadas para voltar a comercializar todos os produtos que estavam suspensos, e três tiveram reativação parcial.

Fonte: UOL Economia
 


Tags: sem tags no momento!


Deixe seu Comentário:

=