Publicado por Redação em Dental | 25/11/2015 às 12:16:10


Medo de dentista? Trate com florais de Bach


 As essências Florais de Bach são extratos líquidos naturais diluídos de flores, plantas e arbustos, que se destinam ao equilíbrio dos problemas emocionais. Foto: nito / Shutterstock

As essências Florais de Bach são extratos líquidos naturais diluídos de flores, plantas e arbustos, que se destinam ao equilíbrio dos problemas emocionais Foto: nito / Shutterstock

Eles atuam especificamente na condição emocional de cada pessoa, trazendo equilíbrio para situações de medo ou trauma, por exemplo

As essências Florais de Bach são extratos líquidos naturais diluídos de flores, plantas e arbustos, que se destinam ao equilíbrio dos problemas emocionais. Esse sistema foi desenvolvido na década de 30, pelo médico homeopata, patologista e bacteriologista inglês, Dr. Edward Bach.

Eles atuam especificamente na condição emocional. “A principal diferença entre tratamentos convencionais e tratamento com Florais de Bach é que tratamos as emoções e os sentimentos do paciente e não a doença, que é o resultado do desequilíbrio. Os florais não são remédios e não apresentam efeitos colaterais. Também não estão ligados a crenças ou religiões”, diz a cirurgiã-dentisa, Marcina Tiemi Masuda, habilitada em Terapia Floral de Bach pelo Conselho Federal de Odontologia.

Para o medo de dentista

Os Florais atuam na causa do problema, no medo em si, trazendo coragem e ajudando a resgatar a confiança e a tranquilidade na consulta. A especialista explica que em seu consultório, atende vários tipos de pessoas com medos e ansiedades diferentes para fazer o tratamento odontológico.

“Existem vários tipos de medos, por isso para cada paciente indico Florais de Bach diferentes. Por exemplo, no caso de uma pessoa que não gosta de ir ao dentista, pois tem medo da dor, indicamos basicamente a essência Floral para curar o medo de algo específico; e há outra pessoa que tem medo do dentista pois sofreu um trauma quando era criança, neste caso, indicamos as essências Florais para curar o trauma de infância e o sentimento de pânico da cadeira do dentista”, conta a dentista.

Segundo Marcina, além de cuidar da sua boca, os florais cuidam da pessoa como um todo, o que facilita o atendimento em situações clínicas ou cirúrgicas, tanto no pré ou no pós-atendimento, trazendo muito mais conforto. “O dentista habilitado em Florais também trata das causas profundas dos problemas bucais. Por exemplo: o ranger dos dentes por causas emocionais ou de estresse. Fazendo o tratamento pode-se anemizar as causas e consequentemente o ranger dos dentes diminuirá consideravelmente”.

A consulta

A consulta é um pouco diferente da convencional, pois, se a pessoa sente medos, ansiedades ou sofreu traumas em uma cadeira de dentista, incialmente é feita uma consulta somente de terapia floral, para diagnosticar as causas do problema e escolher as essências adequadas. “Tenho recebido muitos relatos de pacientes que fizeram o tratamento com florais antes e durante o odontológico e se sentiram muito bem, mais confiantes, mais tranquilos e equilibrados”, conta Marcina.

Os florais têm um custo bem mais baixo, comparado com a medicina convencional e as consultas são feitas, normalmente, a cada 30 dias. Apenas os cirurgiões-dentistas habilitados pelo Conselho Federal de Odontologia – CFO estão aptos a exercer a terapia floral dentro dos consultórios odontológicos. Em 2008, o CFO através da Resolução CFO82/2008 reconheceu a habilitação aos Cirurgiões Dentistas para utilizarem os Florais como Terapia Integrativa e Complementar nos consultórios odontológicos brasileiros.

Outros usos de Florais na Odontologia

- Síndrome do Pânico;

‐ Bruxismo ou ranger de dentes (de fundo emocional);

‐ Em crianças de qualquer idade com dificuldades com tratamento odontológico;

‐ Na remoção de maus hábitos: chupeta, chupar o dedo, entre outros.

‐ Em bebês que estão irritados com o nascimento dos novos dentes, que podem ter febrites e babam muito;

‐ Em mães que estão com dificuldades para dar de mamar ou de desmamar.

Fonte: Terra Saúde Bucal


Tags: sem tags no momento!


Deixe seu Comentário:

=