Publicado por Redação em Dental | 22/12/2015 às 09:29:28


Tenha dentes mais brancos dormindo


O gel clareador é colocado na moldeira que é encaixada nos dentes antes de dormir para o produto agir à noite

Além da facilidade de execução, os resultados do clareamento em gel são mais duradouros, não afeta a estrutura dental e nem as restaurações

É possível dormir e acordar com os dentes mais claros e ter, ainda, a segurança garantida do dentista. O clareamento em gel alia o acompanhamento profissional com o comodismo de fazer o procedimento em casa.

O tratamento começa com uma consulta, em que o profissional determina quais produtos necessários e qual moldeira será usada. “O dentista vai solicitar a quantidade de clareador necessário para cada caso, que depende do nível de escurecimento do dente, idade, tempo de tratamento necessários, etc”, explica o cirurgião-dentista Celso Minomi, da GOU Clínicas.

O processo continua em casa. Basta colocar o gel clareador na moldeira e encaixá-las nos arcos dentais. Esse processo é feito antes de dormir, para que o produto aja durante a noite. “O tempo de tratamento pode variar, mas na GOU, por exemplo, dura, em média, dois meses, com acompanhamento a cada 15 dias no consultório”, explica Minomi.

O efeito do clareamento dura, aproximadamente, 10 meses, porém, é preciso tomar alguns cuidados com a alimentação e evitar comidas pigmentadas: cenoura, beterraba, café, chá, vinho tinto, açaí. “Batom vermelho e cigarro também podem manchar os dentes durante o processo, então é bom evitar. Além disso, é preciso tomar cuidado com o consumo de bebidas cítricas e à base de cola, pois podem aumentar a sensibilidade”, afirma o especialista.

Para manter os dentes brancos, também é recomendado repetir o procedimento uma vez por ano, mas é preciso ter em mente que existe um limite para os dentes ficarem claros. “Cada pessoa tem um limite em relação à cor do dente, se o dente está muito escurecido, ela tem que fazer o tratamento até atingir o limite possível para o seu dente. Se o tratamento ultrapassar o recomendado, pode trazer riscos à saúde bucal”, alerta Minomi.

É importante lembrar que o clareamento é contraindicado para grávidas e lactantes, pessoas alérgicas a água oxigenada, para quem usa medicamentos à base de sulfato ferroso e minociclina ou para quem já apresenta sensibilidade dental. “O clareamento dental também não é indicado para jovens com menos de 15 anos porque até essa faixa etária, a câmara pulpar é muito ampla e o esmalte mais permeável, o que pode tornar os efeitos de sensibilidade mais intensos”, explica Minomi.

Fonte: Terra Saúde Bucal


Tags: sem tags no momento!


Deixe seu Comentário:

=