Publicado por Redação em Saúde Empresarial | 26/10/2015 às 11:28:31


Vegetarianismo: um estilo de vida


Você é daqueles que não vive sem o churrasco do final de semana? Ou, acha que é impossível sobreviver sem carne, leite e até ovos? Os vegetarianos estão ai para provar que existe vida saborosa e saudável sem os produtos de origem animal.

Vegetarianismo não é apenas deixar de comer carne – seja ela vermelha, de ave, de peixe ou produtos derivados – mas adotar hábitos alimentares mais saudáveis e nutritivos. A dieta é baseada no consumo de cereais integrais, hortaliças, frutas, leguminosas, grãos e sementes.

Por conta disso, há uma ingestão maior de fibras, antioxidantes (como o beta caroteno e as vitaminas C e E), fitoquímicos (fitoestrógenos e flavonóides) e ácido fólico. Além disso, o consumo de gorduras saturadas e colesterol é reduzido, diminuindo o risco de doenças cardiovasculares, diabetes, elevação de colesterol e triglicérides, hipertensão e obesidade.

O vegetarianismo se divide em quatro grupos. Os ovolactovegetarianos é o vegetariano que não come carne, mas ingere leite (e derivados) e ovos. Os lactovegetarianos, por sua vez, não comem carne e nem ovos, apenas leite e derivados.

Existe também os ovovegetarianos que não comem carne, leite e derivados, mas comem ovos. Por último temos o vegetariano estrito que não se alimenta de nenhum tipo de carne, laticínios e ovos.

Ser vegetariano, como se pode notar, exige muita atenção nos nutrientes que devem ser ingeridos. Os nutrientes que são perdidos com a interrupção do consumo de carne devem ser repostos de alguma outra forma, com outros alimentos de valor nutricional equivalente.

Fonte: EBC


Tags: sem tags no momento!


Deixe seu Comentário:

=