Publicado por Redação em Dental | 06/08/2015 às 11:47:40


Mulheres com implantes dentários tem qualidade de vida revigorada


Mulheres com implante dentário fixo relatam maior satisfação emocional e sexual do que as que não possuem restauração

Pesquisadores da Case Western Reserve University School of Dental Medicine analisaram a perda dos dentes em mulheres na pós-menopausa e com osteoporose. O tratamento para perda de dentes proporciona a estas mulheres maior grau de satisfação em seu trabalho e vida social. O estudo descobriu também que implantes dentários resultam em uma melhor qualidade de vida para mulheres com osteoporose.

O estudo intitulado "Implante Dentário Sustentado por Restaurações Melhoram a Qualidade de Vida em Mulheres com Osteoporose" foi publicado on-line na Revista Internacional de Odontologia, em 14 de maio de 2015.

Como um dos primeiros estudos para analisar qualidade de vida após o tratamento para substituir dentes ausentes em mulheres com osteoporose, a pesquisa é parte de uma série de projetos que analisam os resultados odontológicos dessas mulheres.

Nos testes, os pesquisadores entrevistaram 237 mulheres sobre sua satisfação com os seus dentes substitutos e como estes melhoraram suas vidas no trabalho e em situações sociais. A pesquisa tinha 23 perguntas e classificava a satisfação das mulheres com seu trabalho, saúde, emocional e aspectos sexuais. As participantes eram provenientes do Caso/Colaboração da Cleveland Clinic no Bem Estar na Pós Menopausa, que faz parte de uma base de dados de informações de saúde de 900 mulheres com osteoporose.

As mulheres com implantes dentários relataram maior satisfação geral com a vida, disse Christine DeBaz, uma aluna do terceiro ano de odontologia da universidade. Ela foi investigadora chefe do projeto e entrevistou pessoalmente cada participante.

Próteses dentárias fixas obtiveram pontuação mais alta em satisfação, seguidas por próteses dentárias removíveis e, em seguida, por sem trabalho de restauração.

As mulheres com implantes dentários também relataram maior satisfação emocional e sexual, enquanto que aquelas sem restaurações marcaram o menor índice de satisfação a este respeito.

“Como profissões odontológicas se centram nos serviços fornecidos ao paciente, satisfazer o desejo do paciente para os resultados do tratamento estético é tão importante quanto à função mastigatória”, finaliza DeBaz.

Fonte: Dental Tribune


Tags: sem tags no momento!


Deixe seu Comentário:

=